Porque você deve usar proteína da seda nos cabelos

Porque você deve usar proteína da seda nos cabelos

1 01America/Sao_Paulo janeiro 01America/Sao_Paulo 2021 1 Por Candice Lima

Proteína da seda, o que é?

proteína da seda hidrolisada

A proteína da seda hidrolisada ajuda na manutenção de fios bonitos e saudáveis

A Proteína da Seda está presente em diferentes produtos cosméticos de pele e cabelo e ela é extraída dos casulos do conhecido bicho-da-seda (larva ou lagarta da mariposa doméstica Bombyx mori). Apesar de aparentemente nojento, este tipo de proteína traz inúmeros benefícios para os nossos cabelos e pele.  Os compostos ativos nesta proteína incluem aminoácidos com oligopeptídeos (peptídeos formados pela ligação de poucos aminoácidos). Isso tudo acontece no processo de hidrólise, que é fundamental para que a proteína da seda consiga penetrar adequadamente nos nossos fios. Graças a seu baixo peso molecular, os aminoácidos da seda hidrolisada serão capazes de penetrar na haste do cabelo, fortalecendo-o desde o interior.

Esses aminoácidos são capazes de hidratar os fios, deixando o cabelo menos propenso ao frizz e mais fácil de  controlar. Além disso, a proteína da seda hidrolisada forma um filme protetor ao redor dos fios, deixando-os mais macios, aumentando o brilho e impedindo que o cabelo desbote, pois também protege o cabelo da radiação solar, pois possui poder antioxidante.

Os aminoácidos da seda também são capazes de prender a umidade dentro dos fios, melhorando a elasticidade e reduzindo assim a quebra. Além disso, a seda hidrolisada também é capaz de atrair umidade para o cabelo doando maciez ao cabelo seco e diminuindo a porosidade. O cabelo torna-se assim mais fácil de pentear e sedoso.

Os cabelos danificados são os que mais se beneficiam deste ativo, pois quanto mais danificado, maior a necessidade de reposição de proteínas. A proteína da seda hidrolisada, quando aplicada nos fios, irá reabastecer o cabelo com cisteína, que é um aminoácido essencial para a síntese da queratina.