Por que meu Cronograma Capilar não funciona?

Por que meu Cronograma Capilar não funciona?

2 02America/Sao_Paulo julho 02America/Sao_Paulo 2021 0 Por Candice Lima

Descubra alguns motivos para o seu Cronograma Capilar não estar tendo efeito no seu cabelo.

Olá, bonequinhas!

Hoje vim falar de um assunto que não falava a muito tempo: Cronograma Capilar. Esta famosa forma de cuidar do cabelo que tomou conta das cabeças das mulheres nos últimos anos. Embora nos dias atuais, muita gente já entenda os conceitos básicos do Cronograma Capilar (que o cabelo necessita de reconstrução, nutrição e hidratação),muita gente ainda reclama que segue tudo a risca e não vê resultados. Pensando nisso, vim apresentar alguns possíveis motivos para o seu Cronograma Capilar não estar funcionando.

O primeiro passo é investir em produtos específicos para o seu tipo e textura de fios. Vejo muita gente que vai na empolgação e compra muitas máscaras que não são indicadas para o tipo de cabelo, só porque viu elogios de blogueiras, famosas ou simplesmente porque é lançamento de uma marca renomada. Existem inúmeras opções de tratamentos no mercado e grande parte delas não será adequada para os seus fios; então, antes de investir analise bem se aquele produto é realmente indicado para o seu tipo de cabelo. Usar máscaras somente emolientes em cabelos danificados, não trarão efeito; assim como, usar máscaras muito reconstrutoras em cabelos com poucos danos, deixará o cabelo rígido.

O segundo passo é remover o acúmulo de produtos seja com um shampoo esfoliante, com um shampoo detox ou até mesmo com argila. Nossos fios vão acumulando resíduos que ficam no couro cabeludo e ao redor das fibras; ainda mais com tantos tratamentos: máscaras, umectação, finalizadores etc. Nossos fios vão ficando saturados e acabam necessitando de uma limpeza mais profunda para que voltem a responder aos tratamentos. O ideal é que esse detox seja feito de acordo com a sua própria necessidade; e caso você não consiga perceber, teste toda semana.

O terceiro passo é saber que shampoos e finalizadores também devem ser adequados ao seu tipo de cabelo, textura e necessidade no momento da lavagem. Quando falamos em Cronograma Capilar, muita gente só dá importância para as máscaras de tratamento, mas a verdade é que o shampoo e os finalizadores podem interferir no resultado. Por exemplo, se você tem um cabelo muito seco e usa um shampoo limpante demais, o resultado será um cabelo ressecado; assim como, se você está com a raiz oleosa e usa um shampoo mais hidratante, o resultado será um cabelo ensebado. A regra também vale para os finalizadores, especialmente os de linhas profissionais. Se você usar uma finalizador muito nutritivo ou gorduroso se seu cabelo já é ou está oleoso, ele irá pesar. Se você usar um finalizador muito reconstrutor em um cabelo que não necessita de reconstrução, ele ficará rígido e sem movimento.

O quarto passo é aplicar os finalizadores em creme nos cabelos úmidos. Este tipo de fórmula geralmente precisa ser aplicada nos cabelos molhados, pois para ser absorvido necessita da água; caso contrário o produto fica sobre a fibra capilar deixando os fios sem movimento e pegajosos.

O quinto passo é aparar as pontinhas quando elas estiverem muito danificadas, pois em alguns casos os tratamentos não são capazes de dar conta dos danos e essas pontas secas, abertas, super porosas e danificadas tirarão qualquer aspecto de saúde do seu cabelo, por mais que você cuide dele.

Pontas muito danificadas devem ser aparadas

Pontas muito danificadas devem ser aparadas