Óleo de Rosa Mosqueta: adote em sua skincare

Óleo de Rosa Mosqueta: adote em sua skincare

15 15America/Sao_Paulo setembro 15America/Sao_Paulo 2021 0 Por Candice Lima

O Óleo de Rosa Mosqueta é rico em vitaminas A , C e E e ácidos graxos. Hidrata, regenera e protege a pele dos radicais livres.

Olá, bonequinhas!

Hoje a dica é de skincare para quem tem duvidas sobre usar óleos na pele oleosa. O Óleo de Rosa Mosqueta é um dos melhores óleos para tratar a pele (se não o melhor) pois é rico em retinol (vitamina A), um ativo que regenera a pele. O retinol estimula a produção de colágeno e elastina e é o ativo número 1 indicado pelos dermatologistas quando se fala em rejuvenescimento. É um anti-idade potente e com inúmeras comprovações científicas sobre seus benefícios para a pele. Quando absorvido, é convertido em ácido retinóico sendo capaz de penetrar na derme e neutralizar os radicais livres enquanto estimula a produção de colágeno e elastina.

O Óleo de Rosa Mosqueta hidrata intensamente a pele

O Óleo de Rosa Mosqueta hidrata intensamente a pele

Além disso, o Óleo de Rosa Mosqueta é rico em vitaminas C e E com alto poder antioxidante, protegendo a pele dos radicais livres. Este combo de vitaminas é capaz de regenerar e clarear a pele, por isso ele torna-se ideal para quem quer clarear manchinhas, atenuar rugas, aumentar a elasticidade e tornar a pele mais uniforme. Ele também pode ser usado para atenuar estrias e outras cicatrizes, sendo ainda mais eficaz quando combinado com os tratamentos estéticos mais invasivos.

O Óleo de Rosa Mosqueta estimula a produção de colágeno e elastina

O Óleo de Rosa Mosqueta estimula a produção de colágeno e elastina

Este óleo promove uma hidratação profunda da pele e pode ser usado puro ou misturado com outros cremes ou óleos que já fazem parte da sua rotina de skincare.

Particularmente, gosto de usar todo dia ao redor dos olhos ara evitar aquelas primeiras ruguinhas na região (pés de galinha) e alterno no rosto inteiro com a Tretinoína (ácido retinóico) que é mais agressivo e resseca a pele. O Óleo de Rosa Mosqueta devolve a hidratação enquanto potencializa o resultado do ácido retinóico que aplico no dia anterior. Minha pele absorve tudo e fica com um aspecto bonito e de bem tratada.

Por ser um óleo leve e rico em ácidos graxos insaturados, não é um óleo muito comedogênico dando bastante abertura para quem tem a pele oleosa usar. Como uso o ácido retinóico em dias alternados, o Óleo de Rosa Mosqueta tornou-se fundamental para recuperar a minha pele do extremo ressecamento causado pelo ácido. Para quem não faz uso de ácidos e também tem a pele oleosa, pode ser mais interessante usar à noite para não correr o risco de sentir a pele pegajosa durante o dia.