Esfoliação capilar: adote este hábito

Esfoliação capilar: adote este hábito

6 06America/Sao_Paulo julho 06America/Sao_Paulo 2021 2 Por Candice Lima

A esfoliação capilar faz uma limpeza profunda no couro cabeludo e ajuda no crescimento dos fios, beneficiando ainda mais quem tem raiz oleosa ou caspa.

Olá, bonequinhas!

Hoje vim contar para vocês sobre a importância da esfoliação capilar, técnica que promove uma limpeza mais  profunda no couro cabeludo, removendo os resíduos acumulados e promovendo uma renovação celular. Ela beneficia especialmente as pessoas que possuem uma raiz mais oleosa e problemas como caspa, dermatite seborreica e propensão à queda de cabelo. Isso porque ela melhora a circulação de proteínas no couro cabeludo ajudando os fios a crescerem  mais saudáveis. Pessoas com cabelos crespos também se beneficiam da esfoliação capilar, pois costumam aplicar mais produtos nos fios, que podem acabar acumulando (especialmente se usam shampoos sem sulfatos ou com sulfatos fracos).

A  esfoliação capilar é focada na limpeza mais profunda do couro cabeludo

A esfoliação capilar é focada na limpeza mais profunda do couro cabeludo

Removendo sebo, células mortas, restos de produtos e todo tipo de impureza proveniente da poluição ambiental, nosso couro cabeludo fica desobstruído, com uma melhor oxigenação e os fios passam a ter espaço para nascerem e crescerem de forma mais saudável. O cabelo fica mais limpo,  saudável, sem caspa e com o pH mais equilibrado.

Muitos problemas podem ocorrer por uma limpeza mal feita no couro cabeludo, entre eles a caspa e a dermatite seborreica. A caspa ocorre quando as glândulas sebáceas passam a produzir oleosidade em excesso sobrecarregando e acumulando no couro cabeludo. Assim, a divisão celular da epiderme (camada mais superficial da pele) ocorre de maneira muito mais acelerada e as células mortas “velhas” ficam sem espaço, sendo expulsas e ficando visíveis a olho nu. A dermatite seborreica é uma doença crônica que não tem causas muito bem definidas (parece estar relacionada com um fungo que acredita-se estar presente na secreção oleosa da pele) e ela reaparece e se intensifica quando não há uma higiene adequada do couro cabeludo.

A esfoliação capilar ajuda a evitar problemas no couro cabeludo

A esfoliação capilar ajuda a evitar problemas no couro cabeludo

Além disso, a obstrução dos folículos pilosos (pelo sebo e impurezas), assim como o acúmulo de Dihidrotestosterona (DHT), podem lavar à queda dos fios. A DHT é um hormônio sintetizado nos folículos capilares e ela fica grudada no sebo fazendo com que os folículos pilosos encolham e gradativamente afinando os fios e levando à queda de cabelo.

Por isso, é importante que a remoção da oleosidade do couro cabeludo seja feita de forma eficaz e a esfoliação capilar (mais propriamente, esfoliação do couro cabeludo) é uma excelente maneira de fazer isso. A esfoliação capilar garantirá o crescimento de fios novos mais saudáveis.

Esfoliação capilar: como fazer?

A primeira coisa é ter em mãos um bom esfoliante capilar. Existem diversas receitas caseiras na Internet, mas particularmente prefiro usar produtos que foram propriamente desenvolvidos para isso, pois grânulos pontudos e irregulares podem irritar a pele e até causar feridas. caso opte por uma receita caseira, dê preferência para aquelas que usam o açúcar como esfoliante, pois seus grãos são regulares e vão derretendo.

O produto deve ser aplicado no couro cabeludo antes do shampoo, por isso é muitas vezes chamado de pré-shampoo. Massageie suavemente em movimentos circulares usando as pontas dos dedos. Assim como na lavagem com shampoo, não é necessário usar a força para que a limpeza seja eficaz. Você pode deixar o produto atuando de acordo com as instruções da embalagem (entre 1 e 3 minutos).

Aproveite depois para utilizar um shampoo detox e promover uma limpeza ainda mais profundo. Por fim, aplique a sua máscara de tratamento e/ou condicionador.

Este procedimento pode ser repetido de acordo com a necessidade dos seus fios: semanalmente ou quando usar produtos que acumulam resíduos no couro cabeludo (como shampoo a seco, por exemplo), especialmente se você usa muitos shampoos sem sulfatos ou somente com sulfatos fracos.