#saúde · beleza · cabelos · dicas · estética · hidratação · M.A.C · maquiagem · pele · proteção · protetores · Roc · Sem categoria

Dicas de cuidados e produtos para o verão

Olá, bonequinhas!

O verão chegou com tudo!

Como uma boa carioca que anda para cima e para baixo e detesta pegar sol e ficar suada, elaborei um vídeo com dicas para manter a dignidade nos dias de calor mais intenso.

 

Se você gostou, inscreva-se no canal e dê um like 🙂

#saúde · antirrugas · aprovados · beleza · estética · maquiagem · pele · pele oleosa · Práticos · proteção · protetores · Resenha · Sem categoria · Shiseido

UV Protective Liquid Foundation (Shiseido): Resenha

Olá, bonequinhas!

Voltei com mais uma base/protetor (ou seria protetor com cor de base?) testada. Esta foi a indicação de uma amiga que percebeu o meu drama na busca de uma base com protetor para pele oleosa que não ficasse com aspecto gorduroso, cor estranha e que possuísse uma longa duração.

Eu particularmente já estava me sentindo desiludida, pois de todos os testados anteriormente, havia lido comentários super positivos pela internet, ou seja, foram várias decepções e bastante dinheiro jogado fora.

Quando vi o preço do meu possível novo “affair” senti um certo medo, pois, quanto maior o investimento, maior a decepção quando o produtinho não funciona.

Segue aqui no vídeo eu aplicando e explicando sobre o produto:

 

Definitivamente, eu AMEI!!! Nunca havia testado algum que tivesse chegado perto em questão de durabilidade, cor, controle de oleosidade (sem contar que é bem resistente à água – e realmente, utilizei várias vezes para sair para a academia e quando começava a suar não via aquela água esbranquiçada escorrer pelo rosto).

Tabela de tons:

shiseido UV protective liquid foundation tonalidades

 

  • Como visto, o FPS é 43 e PA+++ (SPF – ou FPS – indica o nível de proteção contra raios UVB enquanto PA indica o nível de proteção contra os raios UVA).
  • PA+++ foi projetado para a pele normal que expõe a radiação UV muito forte. Ele fornece boa proteção UVA com um fator de PPD de mais de 8.

 

Com a “make” finalizada e sem marca de espinha aparente:

shiseido uv protection liquid foundation light ocre makeup

#mavala · #saúde · #unhas · amor · antirrugas · aprovados · avene · baratinhos · beleza · bioderma · biore · brilho · C.Kamura · cabelos · cílios · CHI · complementos · cronograma capilar · depilação · dermage · dicas · Ecru New York · espiritualidade · estética · fail · fitness · hidratação · jeunesse · K. Pro · L'OCCITANE · La Roche-Posay · Lee Stafford · literatura · M.A.C · maquiagem · Máscaras faciais · nutricosméticos · Olhos · pele · pele oleosa · perfumes · proteção · protetores · Receitas protéicas · Resenha · Roc · sabonetes · Sem categoria · skinceuticals · snacks protéicos · Temáticos · unhas · vichy · vult · Whey protein

Bonequinha inteligente no Youtube

Olá, bonequinhas!

Tomei vergonha na cara e criei o meu canal no Youtube… agora vai ficar bem mais legal!! Inscrevam-se por lá também e vamos trocar experiência e muito papo.

 

#saúde · aprovados · beleza · estética · maquiagem · pele · pele oleosa · proteção · protetores · Resenha · Roc · Sem categoria

Minesol Oil Control Tinted Gel Creme (Roc): Resenha

 

Boa noite, bonequinhas!! Tudo bem?

A bonequinha inteligente aqui não se cansa de tentar achar o protetor/base ideal da vida e resolveu testar mais um, afinal, a esperança é a última que morre.

Como o Minesol Oil Control é o meu protetor preferido, criei uma grande expectativa neste protetor/base, apesar de ter lido comentários mais positivos sobre outros (que testei e não gostei – o que justifica a demora para testar a versão colorida do meu protetor favorito).

Contextualizando:

Tenho 32 anos, pele oleosa e moro no Rio de Janeiro (vulgo “Hell de Janeiro” no verão). Adoro a praticidade, mas está realmente difícil achar produtos práticos que realmente sejam bons e cumpram o que prometem.

Minesol Oil Control Tinted Gel Creme com FPS 60 (UVA + UVB) promete: “…controle prolongado da oleosidade da pele, com redução imediata do brilho. Com coloração natural para disfarçar imperfeições na pele, deixando-a uniformizada e com efeito matte. Muito alta proteção contra efeitos nocivos do sol (UVA-UVB). UVA/UVB balanceado”.

A designação da cor é “Universal”, o que me deixou muito intrigada. Para mim, não tinha como uma cor servir para qualquer pessoa, mas só saberei se pessoas com outros tons de pele me derem algum feedback.

A cor que sai é relativamente clara. O produto é uma pastinha bem parecida com a versão sem cor, achei um pouquinho mais densa. Quando aplico na pele parece que vai ficar horrível, pois a cor parece ser clara demais para mim; mas à medida que vou espalhando, a cor vai sumindo e a pele ficando sequinha. A cobertura é baixíssima, deu uma disfarçada nos poros. Gostei muito disso, adoro efeito natural, mas na primeira vez que usei estava com uma marca de espinha e um pouco de olheira (e não cobriu absolutamente nada).

Já estava pronta para dar uma avaliação super positiva aqui, mas ainda tinha a prova de fogo: duração. No primeiro dia que testei estava uma média de 30º (calor, mas convenhamos que não chega nem perto do auge dos 40º, então, acredito que o produto deveria suportar). Desci para rua, fui ao restaurante, banco e supermercado. Só olhei meu rosto para avaliar 2 horas depois da aplicação e já estava óleo puro. Ou seja, não segura a oleosidade como a versão sem cor consegue.

Em relação aos outros protetores com cor avaliados anteriormente, achei superior, pois nenhum dos outros testados: (Capital Soleil/–Physical Matte/–Anthelios Airlicium) chegou a deixar o efeito matte que eu esperava na minha pele; fora algumas cores que deram super errado.  Mas achei a durabilidade do efeito matte pequena (não falarei da proteção, pois, via de regra você deve reaplicar protetor de duas em duas horas para continuar protegido).

Finalizei hoje utilizando somente o protetor como base. As olheiras da minha rinite continuam aparentes, mas o aspecto fica natural.

 

 

 

#saúde · beleza · estética · fail · La Roche-Posay · pele · pele oleosa · proteção · protetores · Resenha · Sem categoria

Anthelios Airlicium 70 fps com cor ( La Roche-Posay): Resenha

Olá, bonequinhas.

Voltei com mais um protetor solar testado. Já falei aqui que sou super desconfiada de protetor que tem a pretensão de ser também base (especialmente os com alto fator de proteção); mesmo assim, acabo não resistindo e testando na esperança de encontrar algum que me faça mudar de opinião.

O Anthelios Airlicium 70 fps com cor promete:

  • controle inteligente antioleosidade e antiumidade;
  • cobertura das imperfeições;
  • sensação de pele limpa e fresca.

Afirma ser um gel-creme toque limpo com cor desenvolvido para pele oleosa ou com tendência à acne.

“Muito alta proteção solar de Anthelios associada a um controle inteligente da oleosidade e da umidade, e a uma cor de base para uniformizar a tonalidade e disfarçar imediatamente as imperfeições da pele (marcas e poros).

Pele uniforme, sem brilho, sem toque engordurado, sem sensação de filme oleoso.

  • Airlicium: Micropartículas matificantes encapsuladas em 99% de ar. Sem pesar sobre a pele, oferece um controle inteligente do brilho ativado dinamicamente toda vez que a pele produz oleosidade ou umidade.
  • Fórmula com cor: micropigmentos adaptados à pele oleosa, se fundem e se adaptam à pele para uma cobertura natural das imperfeições.
  • Propriedades: O sistema filtrante exclusivo com MEXO-LON, adaptados à pele oleosa, oferece uma muito alta proteção reforçada contra os raios UVA, para prevenir o fotoenvelhecimento. Fórmula enriquecida com Água Termal de La Roche-Posay, reconhecida pelas suas propriedades antirradicais livres e suavizantes.
  • Textura: Gel-creme toque limpo, leve, não pegajoso e de rápida absorção. Com cor, uniformiza a tonalidade irregular da pele.
  • Resultados: A pele é protegida, as imperfeições são disfarçadas imediatamente e todas as causas do brilho (oleosidade e umidade) são controladas, proporcionando uma sensação de pele limpa e fresca durante todo o dia.
  • Sem parabenos/ Oil Free”.

A realidade:

Bom, o protetor não fica sequinho como eu esperava, ele dá um certo “glow”; neste quesito, fiquei bem decepcionada. A cobertura é boa e a cor também se adequa bem à pele. Seca rápido, mas não resiste muito ao calor do Rio de Janeiro. Achei um protetor mediano, não é dos melhores, mas também não é dos piores.

Continuarei usando ele com uma boa camada de pó por cima, mas comprar de novo, não. Se você espera ficar com a pele sequinha, matificada, sem brilho: vai se frustrar. Se você prefere a pele com um certo “glow”, provavelmente vai gostar bastante.

Pela foto dá pra notar que a cor (pele clara) se adequou e que a cobertura é boa (não fica natural), mas que há um certo brilho (logo após passar o produto). Ao longo do dia o brilho vai aumentando.

Média de preço: R$89,90.

Obs.: Após ler a minha resenha, uma amiga de pele negra comentou que testou o tom mais escuro e que ficou super claro para a pele dela, tendo a necessidade de ajeitar com o pó.

#saúde · aprovados · estética · pele · pele oleosa · proteção · protetores · Resenha · Sem categoria · skinceuticals

Protetor solar Physical Matte UV Defense (SkinCeuticals): Resenha

skinceuticals

Olá, bonequinhas!

Voltei com mais um protetor testado e… aprovado (por enquanto), pois testei em dias que não fez um calor muito intenso rs.

Ele promete:

Ser um protetor/ base (leia-se protetor com cor) com acabamento matte e absorção de óleo. Fator de proteção 50 UVA/UVB.

Já citei em um post anterior o meu receio com esses protetores com alto fator de proteção e cor; mas a curiosidade falou mais alto apesar de eu já ter os meus queridinhos (Minesol e Bioré).

Para começar, quando você aplica (antes de espalhar) parece que vai dar uma super cobertura de base, pois não tem a consistência líquida; mas, assim que você espalha, ele mais se assemelha a um primer (estilo The POREfessional – da Benefit) e a sensação foi esta: de estar passando um primer. A cor desaparece totalmente e a pele fica com aquela maciez característica de primer, disfarçando um pouco a aparência dos poros, mas nada drástico.

Na hora em que passei, achei que não ia prestar, que ia ficar “melequento” e não segurar a oleosidade. Sempre que passo algum produto e não sinto a pele ficar bem sequinha de cara, já acho que deu errado rs. Mas depois de um tempinho com o protetor, senti que a pele não estava seca, mas também não estava oleosa. Foi um bom resultado. Gostei da naturalidade, pois não tem aspecto nenhum de base e no meu caso (que uso produtos e maquiagem justamente para segurar a oleosidade), estava sentindo falta de algum produtinho com um aspecto mais leve. A pele também se manteve bem macia.

Cabe ressaltar que utilizei após hidratar com Dexpantenol e utilizar o Effaclar Duo e voltarei com um post depois de utilizar em um dia de calor intenso e sem o Effaclar Duo como “primer” (ME-DO).

Ele custa em média R$129,00 (30ml) e ainda fico com o Minesol oil control e o Biorè (que são sem cor). Se você quer um protetor que cubra bem imperfeições, ou que realmente deixe a pele bem sequinha, este não é o seu protetor. Mas se você procura uma protetor que é quase como um primer, que deixa a pele macia e dá uma leve disfarçada nos poros, este é o seu protetor.

 

#saúde · beleza · estética · fail · pele · pele oleosa · proteção · protetores · Sem categoria · vichy

Protetor Solar Facial Capital Soleil Toque Seco com Cor FPS 50 Vichy: Resenha‎

capital-soleil

Olá, bonequinhas. Voltei!

Como já fiz um post sobre 3 protetores que amei de paixão, resolvi vir fazer o post sobre o protetor mais #FAIL da minha vida.

Sempre tive receio de usar protetor com cor, achava que quando inventam de misturar muita coisa em um produto só não tinha como dar certo (já mudei de opinião sobre isso, mas no caso deste produto, não deu certo mesmo). Comecei a namorar o Capital Soleil primeiramente por ser da Vichy. Desde novinha sou fã da marca. Pensei: gosto tanto de tudo que experimento da Vichy, por que não dar uma chance ao protetor com cor? Afinal, seria uma economia danada né, porque é cada produtinho caro que faz a gente se apaixonar. Vai juntando um mais outro, quando você vê seu dinheiro já foi embora TODO com cosméticos (fatos da vida de uma bonequinha…).

Comprei em uma promoção na qual vinha o protetor mais uma Água Micelar (se não me engano). Quando passei no rosto, que horror! A impressão que tive era a de ter passado uma tinta amarela e gordurosa na cara; não tenho como descrever de forma melhor. A cor ficou esquisitíssima, um aspecto de óleo e aquela impressão de reboco de duas toneladas de base, sabe?

Como era inviável colocar os pés na rua usando isso, pensei em usar em casa, para os momentos que estivesse em frente a tela do computador. Mas logo desisti. Primeiro, cada olhada no espelho era um susto. Segundo, rolou um medo de dar espinhas, afinal o aspecto era de algo bem gorduroso.

O protetor tem um aspecto bem grossinho, nada fluido. Mas, como nada neste mundo é unanimidade, acabei descobrindo que minha manicure adora este protetor e só utiliza ele (se deu bem e ficou com o meu); e realmente no rosto dela eu não vi aquele aspecto gorduroso/amarelado/reboco que ficava no meu.

#saúde · aprovados · beleza · biore · estética · pele · pele oleosa · proteção · protetores · Resenha · Roc · Sem categoria

Protetores solar- Minesol Oil Control X Bioré Perfect Face Milk X Biorè Perfect Bright Milk: Resenha

minesol-biore

Olá, bonequinhas. Como estão?

O post de hoje é sobre meu vício, minha paixão, meu tudo, minha vida: protetor solar! Como são muuuuuitos já testados (os de rosto para pele oleosa), separei os posts e decidi começar com os que eu mais gosto para o dia a dia.

Minesol Oil Control gel creme toque seco (Roc):

Definitivamente é o que eu mais uso. Ele promete uma dupla ação antibrilho com controle e redução da oleosidade, UVA/UVB balanceado. Esse protetor realmente deixa a pele bem sequinha, matificada, aveludada, segura a oleosidade super bem. Pra mim não tem comparação, um produto que consegue um alto nível de proteção (UVA + UVB) e ainda consegue segurar super bem a oleosidade é quase um milagre.

Até um tempo atrás ele tinha um aspecto mais consistente, aquela coisa de bloqueador mesmo, que todos com alto fator de proteção costumavam ter; o que incomodava um pouco e as vezes formava umas “casquinhas”. Mas isso não era nada sério, eu só precisava espalhar bem e retirar os “resíduos”, que não voltavam a aparecer.

Mesmo com esse defeitinho, ele já havia conquistado o meu coração (todos os que eu tinha testado antes, não seguravam a oleosidade: muitos até pioravam). Alguns ainda deixavam muitos resíduos também, como se eu tivesse passado uma cola no rosto e a aparência era de pele descascando. Um horror! Tornava a maquiagem algo inviável. Quando me olhava no espelho, o rosto estava soltando aquelas “pelinhas”. Mas voltando ao Minesol: a consistência agora está mais fluida, muito difícil criar esses resíduos (acho que só se você deixar mal fechado). Virou só amor! Uso mais o fator 70 (porque aqui é Rio de Janeiro, né?), mas se tiver alguma promoção super legal com o de fator 30 eu compro e uso nos dias mais friozinhos.

Biorè UV Perefct Face Milk:

Nas dicas das blogueiras acabei conhecendo este protetor que era tão elogiado que não me controlei e tive que testar. Na época que comecei a procurar era muuuuuito difícil de encontrar, pois ele é japonês (gente, não dá pra entender NADA do que está escrito na embalagem, só o nome mesmo e que tem fator de proteção 50). Não dá pra ter ideia do que ele promete, mas posso afirmar o que ele cumpre! rs

Achei uma pessoa na internet que trazia uns cosméticos asiáticos para Brasil e comprei. Já viu a pele das japonesas? Não tinha como este protetor ser ruim! Simplesmente amei! Na época me encantei bastante com ele por ser bem fluido (coisa que o Minesol Oil Control ainda não era). Ele deixa a pele matificada e aveludada. Me deu a mesma sensação de um bom primer (até utilizei muitas vezes como primer, mesmo à noite, porque as luzes artificiais também detonam a pele). Foi só amor também. (Hoje vi que ele está sendo vendido pela Americanas.com e Submarino – a um preço mais salgadinho do que eu paguei, mas ainda dentro dos padrões de preço dos ótimos protetores). Sugiro procurar no Ebay.

Biorè UV Perfect Bright Milk:

Ele é bem parecido com o anterior, mas em um tom mais rosadinho e brilhante, o que acaba dando uma iluminada no rosto. São os mesmos efeitos da versão Face Milk, com esse “plus” de iluminar o rosto, aumentando o viço, ótimo pra quem tem medo de ficar com aspecto muito seco. Utilizo muito como protetor e também como primer. Quando passo a mão no rosto sinto  aquela coisa super macia e sequinha. Aprovadíssimo! Esta versão quando procurei na internet, só achei em um site que não conheço, por isso não vou recomendar aqui.

Se você tem algum amiguinho ou coleguinha que vai viajar para Japão, já coloque na sua listinha de compras!! Caso não tenha, também sugiro procurar no Ebay.

 

 

#saúde · aprovados · beleza · cabelos · estética · K. Pro · Lee Stafford · proteção · protetores · Resenha · Sem categoria

Straight hair (K. Pro) X Heat Protection Shine Mist (Lee Staford): Resenha

IMG_0234

Olá, bonequinhas!

O post de hoje é sobre meus protetores térmicos do momento: Straight hair (K. Pro) e Heat Protection Shine Mist (Lee Staford). Vou frisar aqui da importância de se proteger o cabelo sempre que quiser fazer escova, chapinha ou babyliss;  mesmo que seja a escova rotativa que é bem fraquinha (a que mais gosto) e que seja bem de vez em quando.

Straight hair creme para proteção térmica (K. Pro) :

“Desenvolvido para proteção total dos fios durante a escova, contra os danos causados pelo calor do secador, da tração da escova e prancha. Contém em sua formulação uma mistura de silicones de última geração, que ativados com calor formam uma barreira protetora nos fios, brilho e maciez imediatos. Possui Queratina Hidrolisada para restaurar os cabelos”.

Acho este protetor uma delícia, o cabelo fica macio e ele tem partículas de brilho (tipo glitter), o que algumas pessoas não gostam, mas definitivamente não me incomoda. Como é em creme, tem que tomar cuidado ao passar, para não pesar… deve-se distribuir bem o produto no cabelo. Tem um cheirinho suave e agradável, me lembra maçã verde mas beeeeem suave.

Heat Protection Shine Mist (Lee Staford):

É o meu preferido, realmente o campeão! Não que os outros sejam ruins, mas… Lee Staford sempre dá um show, não tem nada da marca que eu tenha experimentado até hoje não tenha amado. Ele dá um BRILHO que nem sei explicar (e não tem gliter, como o anterior). O cheirinho também é incrível, como sempre, Lee Staford me encanta (gente, o cheiro é igual ao que a gente sente quando entra no  Shopping Leblon do Rio de Janeiro rsrs). Ele tem a vantagem de ser líquido, não pesa nos cabelos de forma nenhuma e parece que deixa os cabelos mais lisos quando se faz a escova ou chapinha… digamos que flui melhor que o primeiro que é em creme (mas que quando seca também fica ótimo). Ele possui complexo “Pro-heat”.