Azeite no cabelo: minha umectação preferida

Azeite no cabelo: minha umectação preferida

7 07America/Sao_Paulo março 07America/Sao_Paulo 2021 0 Por Candice Lima

O Azeite Extra Virgem é uma opção de umectação caseira com poder hidratante, nutritivo e antioxidante que ajuda a suavizar cabelos secos.

O azeite é rico em ácidos graxos e vitaminas

O azeite é rico em ácidos graxos e vitaminas

Olá, bonequinhas!

Hoje vim contar para vocês sobre a minha umectação  preferida: é com Azeite de Oliva Extra Virgem! Sempre deixo claro que dou preferência por usar produtos profissionais e que foram desenvolvidos especialmente para os cabelos, mas gostei tanto do resultado do azeite no meu cabelo que acabei aderindo (não com tanta frequência, por causa do cheiro).

Já tentei outros tipos de umectações (Óleo de Coco Extra Virgem, Óleo de Girassol, Óleo de Argan, óleos finalizadores com silicones etc); gostei de algumas, de outras nem tanto, mas temos que ter em mente que cada cabelo responde de um jeito, por isso temos que testar para descobrir o que melhor funciona para nós.

Benefícios do Azeite no cabelo

Rico em ácido oleico com hidratação intensa o azeite de oliva é um ótimo ingrediente condicionante capaz de  doar brilho, elasticidade e fortalecer os fios. Ele ajuda a alisar a cutícula, o que diminui o frizz e deixa o cabelo com bastante brilho. Além disso, o azeite de oliva é rico em ácidos graxos ômega-3, além de vitamina A e E. É capaz de penetrar no cabelo facilmente para hidratar os fios e selar a umidade, proteger a queratina do cabelo.

A umectação com azeite deixa os fios mais sedosos e brilhantes

A umectação com azeite deixa os fios mais sedosos e brilhantes

A umectação com Azeite é indicada para mim?

O azeite é um óleo mais pesado do que o óleo de coco (ambos possuem benefícios parecidos) ,que penetra bastante nos fios; então, quem tem cabelo muito fino e pouco seco pode acabar sentindo os fios gordurosos e pesados. Meus fios são extremamente finos e secos, funcionou perfeitamente, mas sempre evito aplicar na raiz. Ele é moderadamente comedogênico e pode obstruir os poros e folículos pilosos facilmente, especialmente de quem possui a raiz oleosa (meu caso). O ácido oleico em alta concentração é um fator preocupante pois acredita-se que ele atua como o sebo e obstrui os poros.

Quando devo fazer umectação?

A resposta é: quando o seu cabelo pedir! Não existe regra para isso, muito embora a gente veja tanta gente ditando várias por aí. Nosso cabelo sempre demonstra  quais as necessidades dele e temos que aprender a respeitar isso. Se sente que o seu cabelo anda muito seco e precisando em uma nutrição a mais, aposte na umectação. Em relação ao horário… já fiz umectações noturnas, de dormir com o óleo no cabelo, mas atualmente não faço mais e prefiro deixar o óleo atuando no cabelo durante uns 30minutos antes de lavá-lo (como pré-poo mesmo). Deitar com óleo no cabelo, além de fazer uma grande sujeira na roupa de cama, pode ser bem prejudicial. A umidade junto com o calor deixarão o seu couro cabeludo mais suscetível à proliferação de fungos e bactérias.

Como remover o óleo do cabelo?

A melhor forma de remover qualquer óleo do cabelo é usando a técnica UCPE, que significa: Umectar, Condicionar, Pausar, Enxaguar. Então, após a umectação você utiliza um condicionador para diluir aquele óleo que está grudado no seu cabelo. Deixe atuando por um tempo e depois enxague. Essa técnica é eficaz pois o óleo é apolar e a água polar; assim, ambos não se misturam. Quando você aplica o condicionador, ele se liga melhor ao óleo tornando a sua remoção muito mais fácil. Logo após  enxaguar, você pode proceder com a lavagem normalmente (shampoo +máscara ou shampoo + condicionador).

Utilize a técnica UCPE antes de aplicar o shampoo de limpeza

Utilize a técnica UCPE antes de aplicar o shampoo de limpeza